Seja bem-vindo!
Sobre o Encontro
Um pouco sobre a história do evento

O “Encontro de Pesquisa em Educação” é um evento tradicional da Faculdade de Educação, da Universidade Federal de Minas Gerais.

Ele foi retomado em 2013 pela Câmara do Núcleo de Assessoramento à Pesquisa (NAPq) da FaE, sob Coordenação do Prof. Júlio Emílio Diniz-Pereira. Em 2016, em mensagem enviada à Comunidade FaE, o Prof. Júlio relatou a trajetória do Encontro e do Prêmio Magda Soares de Pesquisa em Educação:

“Como todos sabem, trata-se de um evento tradicional da nossa Faculdade e que existe antes mesmo da I Semana de Iniciação Científica na UFMG! Foram orgnizados o IX, X, XI e XII Encontros de Pesquisa em Educação – FaE/UFMG nesses últimos quatro anos (um por ano!) depois de um certo período de hibernação. A novidade foi a chamada para a participação direta dos núcleos e grupos de pesquisa da FaE/UFMG na definição da programação do Encontro. Além disso, a coordenação do PPGE também foi convidada a participar da organização do encontro – uma ação em prol a articulação da pesquisa e da pós-graduação na nossa Unidade.

“Criação do Prêmio Magda Soares de Pesquisa em Educação: o objetivo da criação desse Prêmio foi, além de homenagear a nossa ‘pesquisadora-mor’, fomentar a atividade de pesquisa na Faculdade. Este é um lembrete (e um estímulo!) para que as novas gerações não descuidem da atividade de pesquisa em suas carreiras e que esta se fortaleça cada vez mais no interior da nossa Unidade.”

Oficinas de Formação

Oficinas de Formação com os mais diferentes temas e assuntos relacionados à Pesquisa, ao Ensino e à Extensão.

Baixe e divulgue o cartaz das oficinas:

Sessões Temáticas

Haverá sessões temáticas diversas, com pesquisadores e pesquisadoras em Educação de dentro e de fora da FaE, com destaque à Sessão Temática do Doutorado Latino-americano, que completa 10 anos de existência!

Baixe e divulgue os cartazes do evento:

Seminários do PPGE e Promestre

Apresentação de trabalhos dos discentes do PPGE e Promestre da FaE, com publicação aqui, no repositório do site.

Baixe e divulgue os cartazes do evento:

Momentos Culturais

Momentos culturais ao vivo!

Baixe e divulgue os cartazes do evento:

Lançamento de Livros

Lançamento de livros de autores da FaE aqui, no site do Encontro!

Em breve, cartaz da atividade.

Programação Completa

Veja a programação completa e não perca nenhuma atividade do Encontro!
EM BREVE...

Prêmio Magda Soares de Pesquisa em Educação

Conheça o Prêmio.

Conferência de Abertura

A conferência de abertura é um tradicional momento do Encontro, quando um convidado de destaque na campo da Educação é convidado para palestrar.

Prêmio Magda Soares de Pesquisa em Educação

O convidado, além de proferir a conferência de abertura, também recebe a homenagem da Câmara do NAPq e da FaE, por seu trabalho de pesquisa na Educação.

No ano passado (2021), a laureada com o Prêmio Magda Soares foi a Prof.ª Dr.ª Maria Alice de Lima Gomes Nogueira.

O Prêmio Magda Soares de Pesquisa em Educação 2022 será dado à

Prof.ª Dr.ª Maria Cristina Soares de Gouvêa

Sessões Temáticas

Sessão Temática 1: “Políticas de financiamento da pesquisa em educação”

Participantes:
Prof.a Dr.a Marisa Duarte (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Rosimary Santos (FaE/UFMG).

 

Sessão Temática 2: “Prêmio Cappes - feminização do magistério”

“As mulheres e o magistério na segunda metade do século XIX: trajetórias das alunas formadas pela Escola Normal de Ouro Preto entre 1877 e 1889”

Participantes:
Dr.a Jumara Seraphim Pedruzzi (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Mônica Yumi Jinzenji (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Paulo Nogueira (FaE/UFMG).

 

Sessão Temática 3: “Metodologias de pesquisa em artes”

“A arte de mapear: da ação [per]formativa de um corpo/corpus dançante”

Participantes:
Prof.a Dr.a Clarisse Alvarenga (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Vinícius Lírio (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Marco Antônio Scarassati (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Jardel Sander (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Daniele de Sá Alves (FaE/UFMG).

Sessão Temática 4: “Desafios da pesquisa em educação em tempos difíceis”

Participantes:
Prof.a Dr.a Ana Maria Rabelo Gomes (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Valéria Cristina Oliveira (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Teresinha Fumi Kawasaki (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Eucídio Arruda (FaE/UFMG).

Sessão Temática 5: “DImpactos do processo de ensino-aprendizagem no contexto da pandemia”

Participantes:
Prof.a Dr.a Bréscia Nonato (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Carolina Tamayo (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Daniela Montuani (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Tânia Aretusa (FaE/UFMG).

Mesas de Grupos de Pesquisa

Mesa 1: “Os desafios e conquistas das pessoas surdas e surdocegas no campo educacional"

Mesa 1: “Os desafios e conquistas das pessoas surdas e surdocegas no campo educacional”

Participantes:
– Nathália Lopes Machado (UFMG)
– Dr.a Denise Ziviani (IFMG-UFMG)
– Romerito Costa Nascimento (UFMG)

Coordenação:
– Prof.a Dr.a Monica Maria Farid Rahme (FaE/UFMG)

Realização:
Grupo de estudo e pesquisa Corpos Mistos

Assistir

Mesa 2: "Seminário de Teses da Rede de Programas de Doutorado Latino-Americanos em Educação”

Mesa 2: “Seminário de Teses da Rede de Programas de Doutorado Latino-Americanos em Educação”

Participantes:
– Prof.a Dr.a Juliana Santos da Conceição (DLAUFMG-BRASIL);
– Prof. Dr. José Emilio Díaz Ballén (Universidad Pedagógica Nacional de Colombia);
– Prof. Dr. Juan David Gonzalez Fraga (Universidad Pedagógica Nacional de México);
– Patricia Cecilia Quiroga Pacheco, con el trabajo: Una mirada caleidoscópica de la Educación Latinoamericana contada desde desde Perú – Venezuela

Moderação:
Prof. Dr. Júlio Emílio Diniz Pereira (FaE/UFMG).

Realização:
Doutorado Latino-Americano em Educação (DLA/PPGE/FaE/UFMG)

Assistir

Mesa 3: "Ações Afirmativas na Pós-Graduação"

Mesa 3: “Ações Afirmativas na Pós-Graduação”

Participantes:
– Romerito Costa Nascimento (UFMG);
– Silvia Regina de Jesus Costa Galvão (UFMG);
– Siwe Pataxó (UFMG);

Moderação:
Prof.a Dr.a Monica Maria Farid Rahme
(FaE/UFMG).

Realização:
Grupo de estudo e pesquisa Corpos Mistos

Assistir

Mesa 4: “Educação Especial e Direito Escolar”

Mesa 4: “Educação Especial e Direito Escolar”

Participantes:
– Prof.a Dr.a Taísa Grasiela Gomes Liduenha Gonçalves (FaE/UFMG)
– Prof.a Dr.a Kamille Vaz (FaE/UFMG – Laura Portugal da Silva Nascimento (Mestranda PPGE/FaE/UFMG)

Coordenação:
Prof.a Dr.a Taísa Grasiela Gonçalves (FaE/UFMG)

Realização:
Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação
Especial e Direito Escolar (GEPEEDE)

Assistir

Mesa 5: “Pesquisas sobre Cuidado, Educação e Infâncias”

Mesa 5: “Pesquisas sobre Cuidado, Educação e Infâncias”

Participantes:
– Prof.a Dr.a Iza Rodrigues da Luz (FaE/UFMG)
– Kassiane dos Santos Oliveira (UFMG)
– Rubia da Conceição Camilo (UFMG)
– Antonio Barbosa Miranda (UFMG)
– Celiane Oliveira dos Santos (UFMG)
– Fernanda Pedrosa Coutinho Marques (UFMG)
– Prof.a Dr.a Isabel de Oliveira e Silva (FaE/UFMG)
– Maria Lúcia de Resende Lomba (UFMG)
– Maressa de Castro Santos (UFMG)

Coordenação:
Prof.a Dr.a Isabel de Oliveira e Silva (FaE/UFMG)

Realização:
Grupo de Pesquisa Cuidado, Educação e Infâncias (CEI)

Assistir

Mesa 6: "O Estado do Conhecimento sobre a Condição Docente de Professoras/es da Rede Estadual de Minas Gerais: Resultados Parciais da Pesquisa"

Mesa 6: “O Estado do Conhecimento sobre a Condição Docente de Professoras/es da Rede Estadual de Minas Gerais: Resultados Parciais da Pesquisa”

Participantes:
– Coletivo de Pesquisadoras/es do PRODOC.

Coordenação:
Prof. Dr. Júlio Emílio Diniz Pereira (FaE/UFMG);
Prof. Dr. João Valdir de Souza (FaE/UFMG).

Realização:
Grupo de Pesquisa sobre Profissão Docente (PRODOC)

Assistir

Mesa 7: "Grupo de Pesquisa Civitas: Corpo, Cidade e Práticas Sociais"

Mesa 7: “Grupo de Pesquisa Civitas: Corpo, Cidade e Práticas Sociais”

Participantes:
– Prof. Dr. Cláudio Márcio Oliveira (UFMG);
– Karina Priscila Figueiredo dos Santos (UFMG).

Coordenação:
Prof. Dr. Cláudio Márcio Oliveira (FaE-UFMG).

Realização:
Corpo Cidade e Práticas Sociais (Civitas)

Assistir

Mesa 8: “Pré-acadêmico Afirmação na Pós 2021: Ações Afirmativas de Ingresso de Negros e Negras na Pós-graduação”

Mesa 8: “Pré-acadêmico Afirmação na Pós 2021: Ações Afirmativas de Ingresso de Negros e Negras na Pós-graduação”

Participantes:
– Silvia Regina de Jesus Costa (PPGE/FaE/UFMG);
– Rosana da Silva Pereira (PPGE/FaE/UFMG);
– Catia Cristina Bocaiuva Maringolo (NEIA, Ações Afirmativas na UFMG);
– Aline Neves Rodrigues Alves (PPGE/FaE/UFMG, Ações Afirmativas na UFMG);
– Roberta Faria (PPGE/FaE/UFMG, Ações Afirmativas na UFMG).

Coordenação:
– Prof. Dr. Natalino Neves da Silva (FaE/UFMG).

Realização:
AFIRMAÇÃO NA PÓS/AÇÕES AFIRMATIVAS NA UFMG

Assistir

Mesa 9: “Professores e Pesquisadores”

Mesa 9: “Professores e Pesquisadores”

Participantes:
– Ana Beatriz Siqueira Moraes (SEED/MG);
– Gabrielle Cristina Moreira Barbosa (SEED/MG);
– Prof.a Dr.a Claúdia Starling (FaE/UFMG – Moderadora).

Coordenação:
– Prof.a Dr.a Carmem Lúcia Eiterer (FaE/UFMG);
– Prof.a Dr.a Gladys Rocha (FaE/UFMG).

Realização:
Didatiké

Assistir

Seminários PPGE

Sessão 1

Os grupos comunitários de saúde mental: uma perspectiva educativa

Orientadora: Raquel Martins de Assis  Orientanda: Giovanna Pereira Ottoni

 

A evasão com retorno na medida socioeducativa de semiliberdade

Orientadora: Raquel Martins de Assis  Orientando: Glauce Laino Rotondo

 

O saber-fazer de educadores diante da violência na escola

Orientador: Marcelo Ricardo Pereira  Orientando: Pablo Henrique Teodoro de Lima

 

Críticas ao conceito de criança anormal e a proposição dos conceitos de criança problema e criança excepcional no Brasil

Orientadora: Raquel Martins de Assis   Orientanda: Cristina Rodrigues de Oliveira Lima

 

Horário: 14:00-15:30

Local: Sala 3102

Sessão 2

Crianças e masculinidades inflexivas na escola: impacto no gênero e nas normas institucionais

Orientadora: Anna Paula Vencato  Orientando: Raul Alvim Capistrano

 

A identidade racial de sujeitos autodeclarados pardos no contexto das Políticas de Ações Afirmativas

Orientador: Rodrigo Ednilson de Jesus  Orientanda: Natália Silva Colen

 

Ser criança em uma cidade pequena: Percepções a partir do uso cotidiano dos espaços públicos

Orientador: Levindo Diniz Carvalho  Orientanda: Joelma Andreão de Cerqueira

 

Avaliação de desempenho docente em um Instituto Federal mineiro

Orientadora: Suzana dos Santos Gomes Orientanda: Fabíula Tatiane Pires

 

Uma análise da atividade científica do docente jovem doutor na Universidade Federal de Minas Gerais

Orientadora: Savana Diniz Gomes Melo Orientando: Moisés Giordano Mazza

 

Horário: 15:30-17:00

Local: Sala 3102

 

Sessão 3

Docentes Plurais: narrativas de sujeitos socioculturais

Orientadora: Karla Cunha Pádua  Orientanda: Maria Clara Fernandes Rarez

 

La práctica docente: mirar a los ojos el ser y el quehacer docente

Orientador: Julio Emilio Diniz Pereira  Orientanda: Ingrid Lorena Torres Gamez

 

Construções identitárias de professoras negras que formam professoras/es: um estudo em cursos de licenciatura em física no Brasil

Orientador: Julio Emilio Diniz Pereira  Orientanda: Fernanda Aparecida de Souza

 

A construção das práticas docentes em alfabetização de professoras do primeiro ano do ensino fundamental

Orientadores: Júlio Emílio Diniz Pereira e Sara Mourão Monteiro  Orientanda: Regina Aparecida Correa

 

Horário: 17:00-18:30

Local: Sala 3102

Lançamento de Livros

Termos e ações didáticas sobre cultura escrita digital - NEPCED na Escola

O e-book Termos e ações didáticas sobre cultura escrita digital – NEPCED na Escola está vinculado ao projeto de extensão Nepced na Escola que tem como objetivo promover a reflexão de gestores e professores, in loco, sobre teorias relacionadas à cultura escrita digital e a participação em oficinas sobre o uso das tecnologias digitais e da internet para o planejamento de práticas pedagógicas de ensino da alfabetização, da leitura e da escrita utilizando o suporte digital. O e-book busca ofertar um repositório conceitual com verbetes relacionados ao campo da cultura escrita digital e ações didáticas relacionadas aos verbetes. Foram escolhidos termos que podem ser conceituados por várias áreas de conhecimento, abordando dimensões pedagógicas, linguísticas, políticas, sociológicas, antropológicas, históricas e, técnicas, o que mostra que para compreender os desafios da alfabetização, da leitura e da escrita relacionada à cultura escrita digital, é necessário construir um olhar interdisciplinar e multidisciplinar. Em relação às ações didáticas, buscamos criar propostas que pudessem ser realizadas em qualquer contexto de acesso às tecnologias digitais, haja vista a diversidade de situações das escolas no Brasil. As ações didáticas partem da perspectiva do letramento digital e e conexões de práticas de leitura e de escrita on-line e off-line que demandam usos que iniciam no digital e continuam no impresso ou, no manuscrito ou transitam entre a oralidade e a escrita ou vice-versa.

 

Subalternidade e opressão sóciorracial: questões para a historiografia da educação latino-americana

Analise histórica do lugar da educação na organização da América Latina no âmbito da constituição do processo civilizador/colonizador, desde o século XVI ao início do século XX, no objetivo de problematizar as dinâmicas de subalternização e opressão sociorracial de populações inteiras frente à imposição dos modelos eurocêntricos de educação, infância e escola. Pesquisa realizada em fontes documentais diversas, tais como imprensa, revistas, livros de época e legislação, produzidas na América espanhola, América portuguesa, e em diferentes países latino-americanos. Pretende-se contribuir para pensarmos uma escrita da história da educação da América Latina que dê visibilidade à colonialidade do saber e aos processos de estigmatização de sua população preta, mestiça e indígena, cujas tensões ainda se fazem totalmente presentes no nosso cotidiano.

Educação Especial: políticas, pesquisas e práticas

Uma coletânea constituída de artigos de professoras/es e estudantes da UFMG e de outras instituições. De acesso livre ao seu conteúdo e que aborda a educação especial a partir de seu campo de conhecimento e na inter-relação com outros campos, seja político, social, econômico e cultural, trazendo à cena discussões e múltiplas trajetórias de investigação que nos instigam a tensionar e analisar os fatores que conciliam os processos de escolarização dos estudantes da educação especial, bem como sua constituição subjetiva, demonstrando que esta análise nos oferece lampejos importantese atuais da estrutura que sustenta e organiza a vida concreta.

Educação e modernidade: as contribuições dos clássicos para a Sociologia da Educação

Produto de uma disciplina ministrada no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMG, este livro põe no centro do debate as contribuições dos clássicos da Sociologia para a Sociologia da Educação. Sendo a Sociologia uma ciência das sociedades modernas, a contribuição fundamental desses autores foi trazer as principais chaves de leitura para se pensar educação e escola no contexto da modernidade. Temática inesgotável, o que se tenta compreender aqui é como a escola se constitui simultaneamente como produto do mundo moderno e promessa de modernização sociocultural.

O GOLPE CONTRA A EDUCAÇÃO: as lutas pela permanência das escolas primárias em Minas Gerais (1899-1911)

Ao longo deste livro apresentaremos as estratégias organizadas pelos políticos de Minas Gerais na elaboração da Lei nº 281, conhecida como Reforma Silviano Brandão, a qual suprimiu as escolas rurais mineiras e limitou os gastos públicos com o ensino primário do Estado. Para o deputado mineiro Luiz Cassiano, esta Reforma consistia em um “golpe contra a educação”, pois limitava a população mineira em ter acesso ao ensino e colaborava para o aumento do número de cidadãos analfabetos. Nesta investigação, propomos apresentar as táticas organizadas pela população mineira, em especial do município de Sabará, para driblar a supressão das escolas primárias e conseguir do Estado a manutenção delas, sobretudo as cadeiras rurais que estavam prestes a serem suprimidas. Nesta perscrutação, não podemos deixar de evidenciar que a Reforma Silviano Brandão fora elaborada em um contexto em que a política coronelista predominava no Estado e as ações governamentais dos políticos estavam em buscar equilibrar as contas do Estado e beneficiar o setor agrícola cafeeiro, o qual era comandado por uma parcela significativa de políticos fazendeiros ou por coronéis amigos dos políticos responsáveis pela organização dos “currais eleitorais”. Nesta política com base no coronelismo e articulada em relações clientelistas, buscaremos compreender os impactos ocasionados com a decisão dos políticos em reduzir os gastos públicos com o ensino primário destinado à população pobre e rural.

Uma lição de amor à cidade: sustentabilidade, participação e inclusão social

A obra discute resultados de pesquisa colaborativas sobre educação, sustentabilidade e inclusão social entre comunidades das cidade de Curitiba e Monterey (México).

 

Da Escola Básica à Universidade: O Trabalho Docente e a Educação sob Pressões

O livro Da escola básica à universidade: o trabalho docente e a educação sob pressões busca informar o leitor sobre o conjunto de reformas na educação básica e da educação superior e seus impactos no trabalho docente e no processo formativo dos últimos anos. A Parte I aborda as contribuições de autores/as como resultado de pesquisa sobre os “vai e vens” do piso salarial docente estabelecido em legislação, demonstrando os vários movimentos dos governos estaduais para burlar a lei, e da categoria docente para a luta por sua efetivação. No decorrer das exposições, ficam explícitos os entraves e as manobras políticas para impedir que os docentes avancem na organização da categoria, da carreira e na ampliação salarial. O futuro da profissão docente é nebuloso, porque sobre ele incidem interesses exógenos aos da educação, esgarçando o conjunto das condições de trabalho e a perspectiva da formação omnilateral. Na Parte II, as contribuições envolvem a universidade na região latino-americana, no continente Europeu e nos Estados Unidos. Os estudos sinalizam as tendências históricas e atuais da organização institucional da educação superior no Brasil, na Argentina, no Chile, em Cuba, em Portugal, na Itália e nos Estados Unidos, indicando as características estruturais e organizativas, os movimentos hegemônicos, as tensões e os desafios presentes nas instituições. As especificidades de cada país demonstram que os governos nacionais buscam reorganizar suas instituições de educação superior conforme os processos globais dirigidos pelos blocos dinâmicos do capitalismo. As análises das reformas desenvolvidas nos últimos anos evidenciam que essas instituições são instadas permanentemente a assumir um duplo propósito: de um lado, ajustar-se/servir aos interesses econômicos, abrindo espaços cada vez mais amplos à mercantilização da educação; de outro, aderira modelos organizativos e a consensos formativos alheios aos interesses de estudantes e trabalhadores docentes. Mas, a prática social nessas instituições e fora delas mostra que esse processo enfrenta e seguirá enfrentando resistências.

 

Aqui tinha uma escola: vozes docentes sobre o rompimento da barragem de Fundão

A obra “Aqui tinha uma escola”: vozes docentes sobre o rompimento da barragem de Fundão, expõe tensionamentos vivenciados por professores da Escola Municipal Bento Rodrigues, que se localizava na zona rural de Mariana, Minas Gerais. A escola foi atingida, em horário de aula, pela lama de rejeitos de minério de ferro da barragem de Fundão que colapsou em 5 de novembro de 2015. Os moradores do povoado atingido e escola foram realocados provisoriamente para a sede da cidade de Mariana, enquanto aguardam a construção do reassentamento. Os professores entrevistados em uma pesquisa com aparo teórico/metodológico no campo da psicologia social narram suas formas de pensar, sentir e agir sobre a escola diante do rompimento. Além dos desafios atuais, o livro retrata o contexto da escola do campo no entorno das práticas minerárias antes do rompimento da barragem e perspectivas para a futura instalação da instituição no reassentamento em construção.

 

Aprender com imagens

Este livro é o primeiro da coleção LAPA, dedicada às relações entre cinema e educação. O livro está dividido em duas partes. A primeira faz referência a uma experiência com professores e jovens da rede pública de ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A segunda foi realizada a partir de uma experiência com professores e jovens Xakriabá na Terra Indígena Xakriabá. Nossa motivação era investigar a interface entre cinema, educação e histórias e culturas afro-brasileiras e indígenas. Os marcadores que organizam tanto a primeira quanto a segunda parte do livro são: formação audiovisual de professores da educação básica; realização de filmes de autoria de professores; testemunhos de professores; e encontros de criação audiovisual com jovens. Todos esses processos aos quais o livro faz referência transcorreram no período compreendido entre agosto de 2019 e julho de 2021. Esta publicação foi editada logo após o término da experiência, de agosto de 2021 a março de 2022.

 

FAZER FILOSOFIA COM O CORPO NA RUA: experimentações em pesquisa

Como mexer o corpo para que ele faça o pensamento se mover? Como praticar filosofia perante os outros, de forma que os afete? Mais do que da filosofia em si, trata-se, talvez, do pensamento, do pensar. Como pensar de outros modos? […] Não somos artistas e somos, não somos filósofos e somos, não somos loucos e somos.

Diga Xis: manual para criança fotografar

Fruto de uma pesquisa de mestrado, o livro “Diga Xis”, é um recurso educacional feito por crianças e para crianças que desejam aprender ou aprimorar o olhar, fotografando. Na companhia do personagem Tião Doce (homenagem ao fotógrafo Sebastião Salgado), crianças e educadores podem utilizar-se dos diversos elementos de composição para fotografias indicados, para clicar e fotografar com ética e estética. Essa aventura é feita em meio a páginas coloridas, com exemplos de fotografias reais e interativas, por meio de links que levam a vídeos explicativos. Fotografar é um ato responsável e consciente de eternizar imagens e merece seguir parâmetros de escolhas, exercitando um olhar criterioso que considere a fotografia enquanto linguagem artística.

 

Entre o Roçado e a Coca-Cola: uma sociobiografia

Este livro oferece uma rota possível para se pensar um tema central na sociologia: uma trajetória improvável se constitui de um conjunto de acasos misteriosamente orquestrados ou possui uma lógica cujos traços podem ser reconstituídos pelas ciências sociais? Juscelina, uma migrante paraibana e trânsfuga de classe, então executiva de uma multinacional, vive o instável momento em que se fecha um ciclo de vida; Priscila, a pesquisadora, acompanha as grandes mudanças que transcorrem esta fase. A sociobiografia que o leitor tem em mãos busca nas estruturas sociais, nas relações familiares, laborais e de amizade, assim como nos conflitos intraindividuais, as causas dos movimentos mais determinantes da vida de Juscelina, cuja problemática existencial se forma nas tensões entre os traços estruturais e relacionais de sua origem e aqueles dos contextos frequentados na vida adulta.

 

Educação, Tecnologia e Sociedade: conectar saberes

Pensar no cenário pós-março de 2020, pensar em educação, tecnologia e sociedade é a proposta deste livro. Neste sentido, a obra é organizada em 7 capítulos. Traz reflexões atuais, de autores referência da área de pesquisa, como: Juana M. Sancho Gil; José Moran; Breynner Ricardo Oliveira; Ana Elisa Ribeiro; Inajara de Salles Viana Neves; Fernando Selmar da Rocha Fidalgo e Marco Antônio Sousa Alves. Os trabalhos que compõem este livro trazem reflexões e temáticas muito atuais e fundamentais para que a educação se atualize, ou melhor, para que a educação possa voltar a fazer sentido para professores, coordenadores, dirigentes de secretarias de educação, mas também para os alunos. Os alunos passam todo o tempo em que estão fora da escola em contato com as mais inovadoras tecnologias e na escola é exigido que eles permaneçam sentados, calados, parados, olhando para a nuca do colega da frente? Isso nunca fez sentido, mas no pós-março de 2020 faz menos ainda! Estas tecnologias contemporâneas, mas principalmente as novas metodologias de ensino exigem uma profunda transformação das concepções pedagógicas vigentes atualmente na maioria dos sistemas de ensino, implica em romper com esse modelo de aula tradicional, transmissiva, bancária que vivenciamos atualmente.

Mulheres águas e suas sabenças no horizonte interseccional da formação de professores antirracistas : análise sobre contribuição do núcleo de estudos das relações étnico-raciais da secretaria de educação de Belo Horizonte

O livro é derivado da dissertação de mestrado defendida em 2022 junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação e Docência da FAE/UFMG. O estudo objetivou identificar e compreender as estratégias metodológicas utilizadas pelo Núcleo de Estudos das Relações Étnico-raciais da Regional Leste pertencente à Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte/MG. Buscou-se fortalecer e ampliar as discussões sobre a educação das relações étnico-raciais em formato de gestão compartilhada como estratégia de formação continuada de professores nas esferas políticas e sociais. É no contexto de efervescência de políticas de governo, que objetivam a promoção da igualdade racial na cidade de Belo Horizonte, que esta pesquisa se insere e se torna relevante, dentro e fora da universidade. O ineditismo da investigação e as contribuições que o estudo traz para os campos da formação docente, infâncias/educação infantil e relações étnico-raciais, são os pontos fortes do trabalho. Dentre os resultados encontrados, destacam-se os conhecimentos e os saberes que emergem das práticas formativas vivenciadas. Neste processo, as africanidades brasileiras foram colocadas em evidência e orientaram as estratégias metodológicas de formação. Também, o trabalho coletivo e colaborativo como princípios de organização das formações docentes que se estruturam em rede, sendo parte, também, dos resultados encontrados.

 

Momento Cultural

Momento Cultural - Extervenção - Liberdade!

Uma procissão-performance nonsense que pretende a exaltação da dimensão sagrada do riso, que importa dispositivos simbólicos e cênicos comuns para fazer uma provocação sensorial nas pessoas através do humor e do ridículo.

O cortejo passará pelos corredores da unidade com músicas, danças, declamações de poemas e panfletagem, enaltecendo a liberdade de pensar por si mesma.

 

Proponente: Prof.a Dr.a renata Pereira Lima Aspis

 

Inscrições para Oficinas

Inscreva-se nas oficinas abaixo que desejar!
EM BREVE...
Inscrições Encerradas!

Oficina 1 - Aprendendo a analisar a vida de uma sala de aula: interações, cotidiano e aprendizagem

Título: Aprendendo a analisar a vida de uma sala de aula: interações, cotidiano e aprendizagem
 
Resumo: A oficina busca trabalhar princípios teórico-metodológicos da Etnografia em Educação para análise do cotidiano da sala de aula. Utilizamos dados de aulas de ciências para propor discussões e exercícios analíticos envolvendo: o papel de interações discursivas, o acompanhamento de uma turma ao longo do tempo e os processos de aprendizagem.
 
Dias: 20/10 (quinta-feira), 14h-16h, e 21/10 (sexta-feira), 14h-16h.
 
Duração Total: 4 horas 
 
Vagas: 30
 
Local: Sala 3107
 
Coordenador(a): Prof. Dr. Luiz Gustavo Franco (FaE/UFMG)
 
Ministrante(s): Edyth Priscilla Campos Silva e Deborah Cotta (FaE/UFMG); 
 
Realização: Grupo Êmico
 
IMPORTANTE: para o recebimento dos certificados, é necessária a participação em todos os dias da atividade.

Inscrever-se

Oficina 2 - Leitura e Escrita de Projetos de Intervenção

Título: Leitura e Escrita de Projetos de Intervenção

Resumo: A partir da leitura de resultados de ações de intervenção trabalharemos na organização de marcos lógicos de construção de projetos educativos de intervenção em espaços urbanos. 

Data: 18/10 (terça-feira)
Duração: 2 horas (14h – 16h).
Vagas: 30 pessoas
Local: Sala 500

Coordenador: Prof.ª Dr.ª Silvania Sousa do Nascimento
 
Realização: Laboratório de Estudos em Museu e Educação (LEME)

IMPORTANTE: para o recebimento dos certificados, é necessária a participação em todos os dias da atividade.

Inscrever-se

Oficina 3 - Preservar a memória da FaE

Título: Preservar a memória da FaE
 
Resumo: O Centro de Documentação e Memória da FaE (CEDOC/FaE/UFMG) preserva documentações do século XX e XXI, composto por documentações institucionais e fundos pessoais de professoras(es) da Faculdade de Educação da UFMG. Na oficina “Preservar a memória da FaE”, abordaremos a experiência do CEDOC na conservação e extroversão do acervo, e aspectos relacionados a higienização e preservação de documentos históricos. 

Data: 18/10 (terça-feira)
Duração: 2 horas (14h – 16h).
Vagas: 40 pessoas
Local: Sala 3108

Coordenador: Andrea Moreno

Ministrantes:   Andrea Moreno e Ana Claudia Avelar
 
Realização: CEDOC

IMPORTANTE: para o recebimento dos certificados, é necessária a participação em todos os dias da atividade.

Inscrever-se

Confira o Repositório com os vídeos gravados.
Abertura

Conferência de Abertura e Prêmio Magda Soares de Pesquisa em Educação

Sessões Temáticas

Sessão Temática 1: “Que educação queremos com o retorno presencial?”

Sessão Temática 1: “Que educação queremos com o retorno presencial?”

Participantes:
Prof. Dr. Eucídio Arruda (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Sirleine de Souza (FaE/UFMG).

Moderador(a):
Prof.a Dr.a Michele de Sá (FaE/UFMG)

Assistir

Sessão Temática 2: “Arte e educação entre o remoto e o presencial”

Sessão Temática 2: “Arte e educação entre o remoto e o presencial”

Participantes:
Prof.a Dr.a Clarisse Alvarenga (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Daniele Alves (FaE/UFMG)
Prof. Dr. Jardel Sander (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Marcos Scarassatti (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Vinícius Lírio (FaE/UFMG);

Moderação:
Prof.a Dr.a Daniele Alves (FaE/UFMG)

Assistir

Sessão Temática 3: “Desafios para a política educacional no pós-pandemia”

Sessão Temática 3: “Desafios para a política educacional no pós-pandemia”

Participantes:
Prof.a Dr.a Flávia Xavier (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Rosimar Oliveira (FaE/UFMG).

Moderação:
Prof. Dr. Guilherme de Alcantara (FaE/UFMG).

Assistir

Sessão Temática 4: “Educação como prática de liberdade no ensino pós-remoto”

Sessão Temática 4: “Educação como prática de liberdade no ensino pós-remoto”

Participantes:
Prof.a Dr.a Analise de Jesus da Silva (FaE/UFMG);
Prof. Dr. Marcio D’Olne Campos (SULear);
Prof. Dr. Tiago Antônio da Silva Jorge (DAE/FaE/UFMG).

Moderação:
Prof. Dr. Natalino Neves da Silva (FaE/UFMG)

Assistir

Sessão Temática 5: “Uma ressignificação da escola no pós-pandemia?”

Sessão Temática 5: “Uma ressignificação da escola no pós-pandemia?”

Participantes:
Prof.a Dr.a Shirley Sales (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Yone Gonzaga (FLACSO/Brasil);
Prof.a Dr.a Jáima Pinheiro de Oliveira (FaE/UFMG);
Prof.a Dr.a Adriana Borges (FaE/UFMG).

Moderação:
Prof. Dr. Tiago Antônio da Silva Jorge (DAE/FaE/UFMG)

Assistir

Mesas de Grupos de Pesquisa

Mesa 1: “Os desafios e as possibilidades dos processos formativos no contexto da inclusão escolar"

Mesa 1: “Os desafios e as possibilidades dos processos formativos no contexto da inclusão escolar”

Participantes:
– Nathália Lopes Machado (UFMG)
– Dr.a Denise Ziviani (IFMG-UFMG)
– Romerito Costa Nascimento (UFMG)

Coordenação:
– Prof.a Dr.a Monica Maria Farid Rahme (FaE/UFMG)

Realização:
Grupo de estudo e pesquisa Corpos Mistos

Assistir

Mesa 2: "Seminário de Teses da Rede de Programas de Doutorado Latino-Americanos em Educação”

Mesa 2: “Seminário de Teses da Rede de Programas de Doutorado Latino-Americanos em Educação”

Participantes:
– Prof.a Dr.a Juliana Santos da Conceição (DLAUFMG-BRASIL);
– Prof. Dr. José Emilio Díaz Ballén (Universidad Pedagógica Nacional de Colombia);
– Prof. Dr. Juan David Gonzalez Fraga (Universidad Pedagógica Nacional de México);
– Patricia Cecilia Quiroga Pacheco, con el trabajo: Una mirada caleidoscópica de la Educación Latinoamericana contada desde desde Perú – Venezuela

Moderação:
Prof. Dr. Júlio Emílio Diniz Pereira (FaE/UFMG).

Realização:
Doutorado Latino-Americano em Educação (DLA/PPGE/FaE/UFMG)

Assistir

Mesa 3: "Ações Afirmativas na Pós-Graduação"

Mesa 3: “Ações Afirmativas na Pós-Graduação”

Participantes:
– Romerito Costa Nascimento (UFMG);
– Silvia Regina de Jesus Costa Galvão (UFMG);
– Siwe Pataxó (UFMG);

Moderação:
Prof.a Dr.a Monica Maria Farid Rahme
(FaE/UFMG).

Realização:
Grupo de estudo e pesquisa Corpos Mistos

Assistir

Mesa 4: “Educação Especial e Direito Escolar”

Mesa 4: “Educação Especial e Direito Escolar”

Participantes:
– Prof.a Dr.a Taísa Grasiela Gomes Liduenha Gonçalves (FaE/UFMG)
– Prof.a Dr.a Kamille Vaz (FaE/UFMG – Laura Portugal da Silva Nascimento (Mestranda PPGE/FaE/UFMG)

Coordenação:
Prof.a Dr.a Taísa Grasiela Gonçalves (FaE/UFMG)

Realização:
Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação
Especial e Direito Escolar (GEPEEDE)

Assistir

Mesa 5: “Pesquisas sobre Cuidado, Educação e Infâncias”

Mesa 5: “Pesquisas sobre Cuidado, Educação e Infâncias”

Participantes:
– Prof.a Dr.a Iza Rodrigues da Luz (FaE/UFMG)
– Kassiane dos Santos Oliveira (UFMG)
– Rubia da Conceição Camilo (UFMG)
– Antonio Barbosa Miranda (UFMG)
– Celiane Oliveira dos Santos (UFMG)
– Fernanda Pedrosa Coutinho Marques (UFMG)
– Prof.a Dr.a Isabel de Oliveira e Silva (FaE/UFMG)
– Maria Lúcia de Resende Lomba (UFMG)
– Maressa de Castro Santos (UFMG)

Coordenação:
Prof.a Dr.a Isabel de Oliveira e Silva (FaE/UFMG)

Realização:
Grupo de Pesquisa Cuidado, Educação e Infâncias (CEI)

Assistir

Mesa 6: "O Estado do Conhecimento sobre a Condição Docente de Professoras/es da Rede Estadual de Minas Gerais: Resultados Parciais da Pesquisa"

Mesa 6: “O Estado do Conhecimento sobre a Condição Docente de Professoras/es da Rede Estadual de Minas Gerais: Resultados Parciais da Pesquisa”

Participantes:
– Coletivo de Pesquisadoras/es do PRODOC.

Coordenação:
Prof. Dr. Júlio Emílio Diniz Pereira (FaE/UFMG);
Prof. Dr. João Valdir de Souza (FaE/UFMG).

Realização:
Grupo de Pesquisa sobre Profissão Docente (PRODOC)

Assistir

Mesa 7: "Grupo de Pesquisa Civitas: Corpo, Cidade e Práticas Sociais"

Mesa 7: “Grupo de Pesquisa Civitas: Corpo, Cidade e Práticas Sociais”

Participantes:
– Prof. Dr. Cláudio Márcio Oliveira (UFMG);
– Karina Priscila Figueiredo dos Santos (UFMG).

Coordenação:
Prof. Dr. Cláudio Márcio Oliveira (FaE-UFMG).

Realização:
Corpo Cidade e Práticas Sociais (Civitas)

Assistir

Mesa 8: “Pré-acadêmico Afirmação na Pós 2021: Ações Afirmativas de Ingresso de Negros e Negras na Pós-graduação”

Mesa 8: “Pré-acadêmico Afirmação na Pós 2021: Ações Afirmativas de Ingresso de Negros e Negras na Pós-graduação”

Participantes:
– Silvia Regina de Jesus Costa (PPGE/FaE/UFMG);
– Rosana da Silva Pereira (PPGE/FaE/UFMG);
– Catia Cristina Bocaiuva Maringolo (NEIA, Ações Afirmativas na UFMG);
– Aline Neves Rodrigues Alves (PPGE/FaE/UFMG, Ações Afirmativas na UFMG);
– Roberta Faria (PPGE/FaE/UFMG, Ações Afirmativas na UFMG).

Coordenação:
– Prof. Dr. Natalino Neves da Silva (FaE/UFMG).

Realização:
AFIRMAÇÃO NA PÓS/AÇÕES AFIRMATIVAS NA UFMG

Assistir

Mesa 9: “Professores e Pesquisadores”

Mesa 9: “Professores e Pesquisadores”

Participantes:
– Ana Beatriz Siqueira Moraes (SEED/MG);
– Gabrielle Cristina Moreira Barbosa (SEED/MG);
– Prof.a Dr.a Claúdia Starling (FaE/UFMG – Moderadora).

Coordenação:
– Prof.a Dr.a Carmem Lúcia Eiterer (FaE/UFMG);
– Prof.a Dr.a Gladys Rocha (FaE/UFMG).

Realização:
Didatiké

Assistir

Oficinas de Formação

Somente para inscritos!

Oficina de Formação 1 -

Link em breve…

Oficina de Formação 2

Link em breve…

Oficina de Formação 3

Link em breve…

Seminários PROMESTRE

Sessão 1

Desenvolvimento de proposta formativa em Pensamento Computacional na prática docente: o uso do ScratchJr

Orientadora: Andréia de Assis Ferreira  Orientanda: Sandra Regina Sanches Ribas

 

Competências Digitais nos Cursos Presenciais de Licenciatura: Estudo de caso do IFNMG – Januária

Orientadora: Andréia de Assis Ferreira  Orientanda: Joyce Duarte Queiroz

 

A construção colaborativa de vídeos, como suporte multimodal, nas aulas de geografia da Educação Básica

Orientadora: Andréia de Assis Ferreira  Orientando: Alexandre Siqueira Guimarães

 

“NO PRIMEIRO MOMENTO TIVE UMA SENSAÇÃO DE MEDO”: percepções sobre a docência em uma unidade socioeducativa

Orientadora: Claudia Starling Bosco  Orientando: Fernando Miranda Arraz

 

Horário: 15:00-16:30

Local: Teleconferência

Sessão 2

A cartografia dos quintais produtivos de Minas Gerais: a concepção e a prática das políticas públicas

Orientadora: Penha Souza Silva  Orientanda: Daniella Silva

 

Manifestações culturais de matriz africana: uso de banhos sacrais e medicinais na perspectiva do candomblé com estudantes do ensino médio

Orientadora: Conceição Clarete Xavier Travalha  Orientando: Dêgo Cruz Argôlo

 

Ferramentas Pedagógicas Decoloniais para o enfrentamento do Antropoceno

Orientador: Pedro Castilho  Orientanda: Mariana Dias Duarte Borchio

 

Formação Leitora de Estudantes da EJA, Através da Literatura de Cordel

Orientador: Vinícius Da Silva Lírio  Orientanda: Marilene Sacramento Miranda

 

Horário: 16:30-18:00

Local: Teleconferência

Momentos Culturais

Momento Cultural 1 - Curta-Metragem 'GK, a gente é uma comunidade'

Curta-Metragem ‘GK, a gente é uma comunidade’ (Prof. Frederico Alves Lopes)

Assistir

Momento Cultural 2 - Estado de Poesia Estado de Poesia

Estado de Poesia (Prof. Charles Henrique Pereira Paiva)

Assistir

Momento Cultural 3 - Duzão Mortimer - Ciência e Canções

Duzão Mortimer – Ciência e Canções (Prof. Eduardo Fleury Mortimer)

Assistir

Repositório do Encontro

Aqui você encontrará vídeos, publicações de trabalhos e outros materiais das atividades do Encontro

Resumos dos Seminários do PPGE/Promestre

Ver tudo

Lançamento de Livros